Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
RESULTADO

Notícias

Violência
Arquivo Pessoal
Kelly Oliveira publicou foto com Abinael Saldanha em redes sociais

25 de Junho de 2016

"Amigo" pagou R$ 6 mil pela morte de Abinael Ramos

Jovem foi assassinado com um tiro na cabeça; autores material e intelectual foram presos

A cúpula da segurança pública de Alagoas apresentou, na manhã de quinta-feira (23), o desfecho do Caso Abinael, que ficou desaparecido por uma semana e teve um fim trágico, sendo encontrado morto em uma região de usina no município de Rio Largo. A morte dele foi encomendada por R$ 6 mil, valor que foi sendo pago de forma parcelada. Duas pessoas foram presas.

O exame de papiloscopia feito nesta manhã no corpo achado ontem comprovou que trata-se do jovem que estava desaparecido. Ele foi assassinado com um tiro na cabeça a mando daquele que seria o melhor amigo.

Dois homens, que seriam os autores material e intelectual do crime, foram identificados e presos, conforme a polícia. A motivação da morte teria sido inveja profissional. Eles foram apresentados durante a entrevista coletiva.

De acordo com o delegado Ronilson Medeiros, responsável pelas investigações, o crime se assemelha a um caso de psicopatia. Ericksen Dowell, que era amigo de Abinael, gostaria de ter a vida dele e teria planejado a morte. Ele confessou o crime depois que o corpo foi encontrado. Jalves Ferreira, o outro preso, teria sido contratado por R$ 6 mil para executar o crime. Até serem presos, tinham sido pagos R$ 4.400 para que o "serviço" fosse feito

Os dois presos, embora muito questionados pelos jornalistas, durante a coletiva, não se pronunciaram sobre o crime. No entanto, ao delegado responsável, Ericksen confessou como teria orquestrado o delito há duas semanas atrás. Ele convidou Jalves, com quem teria uma certa amizade de longas datas e morado no mesmo condomínio.

O delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, declarou que Abinael "morreu por nada". Durante a coletiva, para o secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Lima Júnior, agradeceu a todos que se envolveram para solucionar o crime. Segundo ele, a hipótese trabalhada até o momento é a de que a motivação do crime foi inveja profissional, mas uma suposta dívida da vítima com um dos acusados também está sendo avaliada.

Com base no relato, a polícia informou que Ericksen simulou uma emboscada para atingir o 'amigo', que, costumeiramente, frequentava a casa da noiva. O rastreador do aparelho celular foi fundamental para indicar as pistas dos suspeitos. O sistema do equipamento mostrou que Abinael estava em conversa com o gerente da loja em Sergipe, quando interrompeu a ligação para atender ao 'amigo', que simulava uma troca de pneus de outro carro. Neste momento, segundo a polícia, a vítima foi carregada para a morte. O aparelho foi desligado e religado apenas no outro dia, quando já estava com Jalves, e com outro chip.

No entanto, ainda conforme a investigação, um terceiro receptador, por nome de Alfredo, ficou com o aparelho, que precisou ser devolvido ao Jalves assim que a família procurou a polícia e divulgou o sumiço da vítima nas redes sociais. Os autores do crime ficaram temerosos de ser descobertos e preferiram, segundo o delegado Ronilson, ficar com o celular.

A localização deles somente foi possível graças ao sistema do aparelho, que indicou a área exata. A prisão de Jalves aconteceu no dia 20, depois do pedido feito pela polícia, à Justiça. Ele negou, inicialmente, a participação, mas decidiu colaborar com o inquérito e revelou detalhes da trama e citou o nome de Ericksen como mandante do crime. Este foi preso no dia 21 e despistou quanto à autoria. Apenas nessa quarta-feira, deu detalhes de como orquestrou a morte do 'colega de trabalho' e melhor amigo.

Ele alega que se sentiu pressionado por uma dívida que teria com a vítima, no valor de R$ 12 mil. Por isso, chamou um comparsa para a execução, que cobrou R$ 6 mil. Antes do crime, duas parcelas de R$ 1.500 já tinham sido pagas. Outra, no valor de R$ 1.400, foi dada após o assassinato, restando R$ 1.600 a serem quitados posteriormente.

No entanto, o gerente da loja em Sergipe, Regivaldo Clementino, disse, em depoimento, que ano passado um e-mail foi enviado para Ericksen por engano contendo a lista dos contracheques de todos os funcionários da empresa. O suspeito teria ficado enfurecido ao descobrir que ganhava bem menos do que o salário do 'amigo', que também era gerente em Maceió e forçou, até, seu próprio aumento na remuneração. Ericksen estava sendo treinado para ser supervisor e a polícia acredita que ele queria a função de Abinael, por isso, nutriu inveja e planejou a morte.

Além disso, a polícia descobriu que Ericksen tentava se assemelhar ao 'amigo' em tudo, até nas características físicas e nas roupas e objetos que tinha.

De acordo com o delegado Ronilson Medeiros, os dois presos vão responder por homicídio qualificado (por motivo torpe, crime de mando e com mais de um participante. O resultado das perícias ainda é aguardado e a investigação terá sequência para descobrir se há outros envolvidos na trama.

O CASO

Abinael Ramos, de 25 anos, sumiu no último dia 15, após deixar a noiva em casa e seguir para o Benedito Bentes, onde morava. Após o sumiço, foi grande a mobilização social na capital alagoana para encontrá-lo. Ele estava com casamento marcado e era considerada uma pessoa tranquila, que frequentava uma igreja evangélica.

REPERCUSSÃO

Caso Abinael: Psiquiatra confirma que inveja pode causar psicopatia

Sentimento teria levado Ericksen Dowel da Silva Mendonça a matar amigo, segundo polícia

Pelo que leu e ouviu na imprensa, a partir de detalhes repassados pela Polícia Civil, a psiquiatra e psicoterapeuta Lourdgleid Soares disse acreditar que o suspeito de ter encomendado a morte do analista de sistemas Abinael Ramos Saldanha precisa passar por uma avaliação psicológica para atestar se ele sofre de psicopatia.

A possibilidade de Ericksen Dowel da Silva Mendonça, 30 anos, ter a doença foi aventada pelo delegado Ronilson Medeiros, gerente da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), durante entrevista coletiva para anunciar a elucidação do caso. Por enquanto, esse pedido não foi feito ao Poder Judiciário pela defesa ou pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Há, apenas, e por enquanto, uma solicitação, à 17ª Vara Criminal da Capital, para revogação da prisão temporária dos dois suspeitos presos. Os advogados se anteciparam e pediram a soltura dos dois antes mesmo de a Polícia Civil anunciar, conforme a investigação feita até agora, qual o grau de envolvimento de cada um nesse crime. O juiz Maurício Brêda já requisitou a posição do MPE sobre esse pedido.

A Gazeta somente conseguiu contato com o advogado de Jalves Ferreira, apontado como autor material do delito. Rodrigo Aragão alega que a prisão temporária do suspeito seria desnecessária tendo em vista que ele já teria prestado dois depoimentos e, por isso, não haveria mais necessidade de mantê-lo encarcerado. Ele disse aguardar o julgamento desse pedido e, caso seja negado, adianta que tentará habeas corpus no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL).

Diagnóstico

A médica Lourdgleid Soares observa que o diagnóstico de psicopatia é necessário para esclarecer se a doença provocou transtornos graves de comportamento em Ericksen Mendonça. "Ele [o suspeito] pode ou não ser doente. No entanto, somente um profissional habilitado pode examiná-lo e fechar o diagnóstico", explica a especialista.

Ela esclarece que a inveja, conforme foi anunciada como motivo do planejamento da morte de Abinael, pode, sim, levar à psicopatia. Pessoas assim nutrem uma grande amizade pela pessoa invejada ao ponto de querer ter a identidade ou os bens que ela tem. Há uma escala, avaliada pelos médicos, para atestar se a doença está presente. Os níveis de emoções real e de disfarce são avaliados.

Características da abinapsicopatia

O psicopata tem inúmeras características que podem ser facilmente identificadas. Lourdgleid Soares elenca, pelo menos, dez: tem boa lábia (é bem articulado e, como um ator em cena, conquista a vítima bailando, sendo o melhor amigo); tem ego inflado (acha-se o mais importante do mundo); mente tanto que nem se dá conta que está mentindo; tem sede de adrenalina, não tolera regras, se arrisca em rachas, drogas e até em crimes; tem reações estouradas, reagindo aos insultos, frustrações ou ameaças; tem impulsividade (mesmo racional, não perde tempo pesando prós e contras antes de agir); tem comportamento antissocial; é incapaz de sentir culpa; tem sentimentos superficiais; e falta-lhe empatia, logo não se coloca, jamais, no lugar do outro.

A médica explica que a psicopatia não tem tratamento, tampouco cura. Pode surgir a partir de um fator genético (um gene alterado). A inveja pode levar à psicopatia e, quando tratada e identificada, em suas origens, pode ser tratável.

O delegado Ronilson Medeiros apenas limitou-se a dizer que pedidos de avaliação são feitos ao Judiciário, geralmente pela defesa, para atenuar a pena numa condenação.

NAMORADA FALA

"Em breve, encontrarei ele na eternidade", diz noiva de Abinael Saldanha

Por Eduardo Almeida | Gazetaweb.com

Kelly Oliveira usa redes sociais para fazer um desabafo sobre a morte do estudante

Sob forte comoção, familiares e amigos dão o último adeus a Abinael Saldanha

A noiva do estudante Abinael Ramos Saldanha, Kelly Oliveira, usou as redes sociais para fazer um desabafo na manhã desta sexta-feira (24). Demonstrando bastante tristeza, ela disse estar "sem norte" e afirmou que "em breve" encontrará com ele na eternidade.

"Nosso coração está em pedaços... Eu como noiva, estou sem norte, sem chão, sem saber como será minha vida daqui pra frente. Abinael era meu companheiro, de trabalho, de conversas, de brincadeiras, de futuro (sic)", publicou na página Todos por Abinael.

O corpo do estudante foi encontrado na zona rural de Rio Largo na última quarta, mas só identificado e sepultado nessa quinta-feira (23). Abinael Saldanha foi morto com um tiro na cabeça em um crime planejado pelo próprio colega de trabalho Ericksen Dowell, que, inclusive, seria padrinho no casamento marcado para março do ano que vem.

O desabafo da noiva de Abinael Saldanha

"Temos toda nossa vida juntos planejada, nosso casamento, nosso trabalho, nossos sonhos... E agora estou aqui sozinha, sem meu companheiro, sem meu amigo, sem o amor da minha vida. E tudo isso me foi arrancado brutalmente, só peço força a Deus por que sozinha vou definhar (sic)", acrescentou.

Por fim, a noiva de Abinael Ramos Saldanha diz ter a certeza de que o estudante está "em um lugar melhor" e que "em breve" encontrará com ele.

"Mas meu coração tem a certeza que ABINAEL está nos braços do Pai, em um lugar muito melhor do que esse cruel que vivemos. E em breve, encontrarei ele na eternidade, e irei abraçá-lo pois a despedida do dia 15, não foi suficiente pra ficar em paz hoje. Deveria ter abraçado mais, beijado mais... Abinael, o Senhor é contigo!", conclui.

Jamylle Bezerra e Thiago Gomes
Gazetaweb

Galeria de imagens

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5