Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
vacinação NOVO

Notícias

Cidade
Arte: Dicom
Maceió conta com o serviço desde outubro de 2016.Maceió conta com o serviço desde outubro de 2016

25 de Agosto de 2017

Justiça proíbe Prefeitura de limitar Uber

Juiz Antônio Emanuel Dória diz que competência para tratar do assunto é privativa da União

O juiz Antônio Emanuel Dória Ferreira, da 14ª Vara Cível de Maceió, concedeu liminar favorável à empresa Uber, na noite da quinta-feira (24/8). Com a decisão, o município está proibido de exigir autorização para o transporte privado individual de passageiros, conforme prevê a lei nº 6.683/2017, sancionada pelo prefeito Rui Palmeira no último dia 10.

O Poder Público municipal também não poderá exigir dos motoristas da Uber que operem veículos com, no máximo, cinco anos de fabricação ou que utilizem automóvel registrado em nome próprio e com licenciamento e emplacamento feitos em Maceió. Deverá se abster ainda de exigir o pagamento da chamada “Taxa de Operação”, no valor mensal de R$ 120 por veículo cadastrado.

“Considero que, por diversos motivos, os motoristas do Uber não devem ter seus direitos limitados pelo Poder Público Municipal, principalmente porque a lei ora combatida, a exemplo da anterior, continua dispondo sobre questões afetas à competência privativa na União”, afirmou o magistrado.

Ainda segundo o juiz, a lei municipal nº 6.683/2017 parece ser inconstitucional e, apesar de não ter proibido, limitou de maneira significativa o exercício da atividade.

“Pode coexistir perfeitamente o transporte público individual de passageiros (exercido pelos taxistas) com o transporte motorizado privado de passageiros (exercido por motoristas cadastrados em aplicativos, como os da plataforma Uber), sendo isso inclusive benéfico para o destinatário final de tal espécie de serviço (o consumidor)”, ressaltou

Antônio Emanuel Dória, que concedeu liminar em ação civil pública proposta pela Defensoria Pública de Alagoas.

Em caso de descumprimento, o município de Maceió deverá pagar multa, que será fixada a cada ato contrário à decisão.

Matéria referente ao processo nº 0721233-85.2017.8.02.0001

Diego Silveira - Dicom TJ/AL

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5