Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
DISQUE DENÚNCIA

Notícias

Efemérides
Arquivo
Rogéria brilhou nos palcos e na TV, como cantora e atriz

05 de Setembro de 2017

Atriz Rogéria morre aos 74 anos no Rio

Atriz foi internada no com infecção urinária, mas teve complicações e morreu na segunda-feira

A atriz Rogéria, de 74 anos, morreu na noite da segunda-feira (4) no Rio. Rogéria se internou no Hospital Unimed Barra, na Zona Oeste do Rio, com um caso de infecção urinária, mas teve uma complicação após uma crise convulsiva.

O Hospital Unimed-Rio informou que a causa da morte de Rogéria foi um choque séptico. De acordo com a unidade hospitalar, ela estava internada na unidade desde 8 de agosto devido a um quadro de infecção urinária.

No último dia 25 de agosto, a atriz chegou a receber alta da Unidade de Tratamento Intensivo do hospital e foi levada para o quarto. Em julho, a atriz tinha sido internada por duas semanas em uma clínica em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio. Ela deu entrada na unidade no dia 13 por conta de uma infecção generalizada. O seu quadro havia piorado depois de uma crise convulsiva.

Em redes sociais, famosos lamentaram a morte da atriz Rogéria nesta segunda-feira (4). A cantora Valesca Popozuda disse que Rogéria "levava seu humor e seu talento por onde passava". Veja a repercussão.

"Mas vamos lamentar a morte da grande Rogeria , que levava seu humor e seu talento por onde passava ! Palmas para essa grande artista", disse a Valesca.

Relembre momentos da atriz: vídeos.

Trajetória

Nascida como Astolfo Pinto em Cantagalo, no interior do estado do Rio, Rogéria intitulava-se a "Travesti da Família Brasileira". A artista começou a sua carreira como maquiadora da TV Rio. Já nos primeiros anos de carreira ficou conhecida como simbolo gay e nome marcante na luta contra a homofobia.

Como atriz, estreou nos anos 1960 na galeria Stop Club. Ela participou de filmes no cinema brasileiro e era presença frequente em programas de auditório como jurada. Em 1979, ela recebeu o troféu Mambembe pelo espetáculo "O Desembestado", que fez ao lado de Grande Otelo.

A atriz atuou em novelas como "Tieta", em 1989; Paraíso Tropical, em 2007; e viveu uma atriz de teatro em "Lado a Lado. Leandra Leal dirigiu o espetáculo "Rogéria" para comemorar os 50 anos de carreira da atriz e outras travestis pioneiras.

Rogéria afirmou que só foi discriminada uma vez na vida, mas nunca se deixou abater por preconceitos e intolerância.

Documentário Divinas Divas, de Leandra Leal, traz depoimentos de artistas como Rogéria (Foto: Reprodução/Divinas Divas) Documentário Divinas Divas, de Leandra Leal, traz depoimentos de artistas como Rogéria.

G1

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5