Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
DISQUE DENÚNCIA

Notícias

Educação
José Demétrio
Escola Estadual Rocha Cavalcanti é uma das mais importantes do ponto de vista histórico da cidade de União dos Palmares e desde 2014 é reconhecida como patrimônio histórico e cultural de Alagoas ​

11 de Setembro de 2017

Escolas são cartões postais de Anadia e União dos Palmares

Octagenárias, as Escolas Estaduais Rocha Cavalcanti e Rui Barbosa se destacam por beleza, história e qualidade de ensino

A quarta matéria da série de escolas históricas da rede estadual coloca em destaque duas unidades de ensino octagenárias que são patrimônios de duas cidades históricas de Alagoas: as Escolas Estaduais Rocha Cavalcanti, de União dos Palmares, e Rui Barbosa, de Anadia. Além de pioneiras na oferta do ensino, são referências e cartões postais destes municípios.

No berço do Quilombo dos Palmares, a Escola Estadual Rocha Cavalcanti chama atenção pela imponência e beleza invejável de sua arquitetura neoclássica. Construída em 1928 pelo vice-governador e patrono da escola, coronel Francisco da Rocha Cavalcanti, a unidade é uma das mais importantes do ponto de vista histórico da cidade de União dos Palmares, sendo, desde 2014, reconhecida como patrimônio histórico e cultural de Alagoas.

É o segundo prédio tombado da cidade (o primeiro é a casa do poeta Jorge de Lima) e chega firme aos seus 89 anos como motivo de orgulho para os palmarinos.

“Nossa escola representa um importante elo na região serrana dos quilombos, recebendo alunos de União e de municípios circunvizinhos. E do ponto de vista de afetividade, é um prazer trabalhar neste prédio”, declara George Sena, ex-gestor e hoje professor.

Referência de qualidade

A instituição, que durante décadas ofertou o ensino fundamental e o antigo Magistério (Curso Normal), é apontada como um dos principais centros formadores de professores na região nos últimos anos. “Atualmente, temos 700 alunos e oferecemos Ensino Médio e Médio Integrado, com cursos de Ludoteca e Secretariado Escolar para quase 700 estudantes”, informa a diretora-geral, Sandra Vitorino.

Elisabete Melo e Roseane Vasconcelos, respectivamente titulares da 7ª Gerência Regional de Educação (Gere) no período de 2015 a 2017 e de 2017 em diante, também possuem uma história com a instituição. “Fui aluna do 1º ao 4º ano, o que hoje representa os anos iniciais do ensino fundamental. Até hoje, a escola é muita procurada pela sociedade palmarina por ser uma referência no seu atendimento educacional”, destaca Roseane.

“Fui gestora desta escola com muito orgulho e, desde os seus primórdios, sempre foi sinônimo de qualidade de ensino, acolhendo e ensinando os filhos de União. Todos que passam por ali se apaixonam”, declara Elisabete, hoje secretária de Assistência Social de União dos Palmares.

Fazendo história

Em Anadia, quarta cidade mais antiga de Alagoas (Penedo, Porto Calvo e Marechal Deodoro são as três primeiras), a Escola Estadual Rui Barbosa também faz história desde 1937, atuando sempre em prol do desenvolvimento cultural e social da cidade.

“Sempre foi uma escola atuante, principalmente no aspecto cultural, mas evoluindo sempre na melhoria pedagógica. Ela foi fundamental para minha vida e para Anadia porque formou os filhos ilustres da cidade, hoje desembargadores, padres, juízes, promotores. Nossa escola atendeu também estudantes de Maribondo, Tanque D’Arca, São Miguel dos Campos, Campo Alegre, Boca da Mata, Taquarana, Belém, Limoeiro e Arapiraca, antes comarcas de Anadia”, lembra dona Luiza Maria da Rocha Evaristo, ex-aluna, e funcionária da escola por décadas.

"Anadia tem 216 anos, Alagoas completa 200. Nestes últimos 80 anos, o que mais marcou nossa cidade foi a Escola Rui Barbosa, que é o principal cartão postal, principalmente dos seus alunos”, revela Adryana Cavalcante Rocha, ex-aluna, professora e gestora que, atualmente, atua como articuladora de ensino da instituição.

Reforma

Inaugurada em 30 de maio de 1937, a escola, tradicional por seus desfiles, festividades culturais e feiras de ciências, passa pelos últimos trâmites de sua reforma, o que enche de ânimo seus gestores e demais profissionais. “Sempre estudei nesta escola e tenho muito carinho por tudo que vivi aqui. Feiras de ciências, os grêmios estudantis, desfiles, eu estava em todos. Estamos muito felizes com a reforma, ela é muito importante para todos nós”, declara Tânia Teixeira, gestora desde o ano passado.

“Há um grande esforço da direção para transformar esta escola em um espaço sociocultural propriamente dito que a cidade merece, fortalecido ainda mais força com a reforma”, completa o adjunto, Jeailton Eugênio dos Santos.

E no bicentenário de Alagoas, a escola recebeu mais um presente: representará o pelotão da 2ª Gerência Regional de Educação (Gere) no desfile cívico de 16 de setembro, após vencer um concurso cultural com o texto sobre os filhos Ilustres de Alagoas (Zumbi, filho de Alagoas) do aluno José Pedro Emanoel da Graça.

“Foi um presente maravilhoso. Todos os alunos comemoraram e agora esperamos ansiosos por este momento”, revela Tânia.

Manuella Nobre

Galeria de imagens

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5