Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
Alagoas 200 anos

Notícias

Cultura
Ascom/Agência Alagoas
Bienal Internacional do Livro de Alagoas tem programação atualizada

02 de Outubro de 2017

Bienal do Livro deve atrair 200 mil pessoas este ano

Evento começou no sábado e vai até 8 de outubro, no Centro de Convenções

Com a expectativa de atrair um público de 200 mil pessoas, em uma semana de atividades cultuais, foi aberta na última sexta-feira, 29 de setembro, a 8ª edição da Bienal Internacional do Livro em Alagoas. O evento ocorre até o próximo dia 8 no Centro de Exposições Ruth Cardoso, no bairro do Jaraguá, com exposições de livros, mesa redonda e eventos com autores locais, nacionais e internacionais.

Na abertura, os movimentos sociais campesinos e urbanos se reuniram na porta do Centro de Convenções e em ato percorreram com faixas e palavras de ordem os corredores entre os estandes, onde estavam sendo expostas as obras.

De acordo com Josival Oliveira, coordenador do MLST, há uma falácia em torno dos 200 anos de Alagoas. “O que na verdade há é tudo ao contrário, um abandono das políticas públicas tanto na capital como no interior. O sem terra também esta nesta realidade e este ato quer chamar a atenção, principalmente no meio intelectual que estamos sofrendo com os impactos e que não vamos ficar calados”, destacou.

Além disso, os trabalhadores da Universidade Federal de Alagoas também realizaram um protesto exigindo que a “salve a universidade pública” e pedindo a saída de Michel Temer da Presidência da República.

PROGRAMAÇÃO

Na quarta-feira (27), a comissão organizadora da 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas informou que a programação passou por algumas alterações e foi republicada de forma atualizada no site oficial. Entre as novidades está um bate-papo com o alagoano Hugo Novaes, conhecido pelo perfil no Instagram @1Tema1Minuto1Poema. Ele posta vídeos declamando poesias com o mote sugerido pelo público.

Este ano, o maior evento cultural e literário do Estado terá início já nesta sexta-feira sábado (29) e segue com variadas atrações até o dia 8 de outubro no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, no bairro do Jaraguá, sempre das 10h às 22h.

Com o slogan Livros que envolvem, leituras que libertam, o tema desta edição da Bienal é focado na comemoração dos 200 anos de Alagoas e o evento conta uma programação diversificada que contém debates, mesas-redondas, palestras, oficinas, seminários e diversas atrações culturais para todos os públicos.

O cantor Martinho da Vila é um dos destaques desta edição. Ele estará no Teatro Gustavo Leite, no sábado (30), das 14h às 18h, para um bate-papo e lançamento do livro Conversas Cariocas. No mesmo dia, mas à noite, a partir das 19h, será a vez do poeta Jessier Quirino que participará de um bate-papo e sessão de autógrafos.

No dia 1º, a partir das 14h, a autora FML Pepper participa da programação também com bate-papo e sessão de autógrafos na Sala Ipioca. Já na Sala Pitanga estará a jornalista e escritora Angélica Rizzi. À noite, das 19h às 21h, um Encontro de Bandas de Pífanos vai agitar o Centro de Convenções. Já na segunda-feira (2), o Teatro Gustavo Leite recebe Bráulio Bessa, que estará das 10h às 12h30.

Na terça-feira (3) e na quarta-feira (4) o destaque é o 1º Colóquio Internacional e 4º Colóquio Nacional Sobre o Trabalho do Assistente Social, que será realizado das 8h30 às 18h. Organizado pelas professoras Rosa Prédes, Maria Virgínia Amaral e seus grupos de pesquisa, tem como tema Trabalho e formação profissional do assistente social no Brasil e no mundo: desafios contemporâneos. A programação conta com palestras de convidados nacionais e internacionais, além de apresentações de trabalhos.

Na quinta-feira (5), será a vez do projeto Quinta Sinfônica com apresentações da Orquestra e do Coro da Universidade Federal de Alagoas (Corufal), das 19h às 21h no Teatro Gustavo Leite. E na sexta-feira (6), a reitora Valéria Correia participa da aula inaugural Parlamento Jovem Universitário do curso de Controle Social, às 19h, na Sala Ipioca.

O final de semana tem apresentações culturais, bate-papo e diversão. Às 19h do sábado (7), será a vez de Márcia Tiburi conversar com os presentes na sala Jatiuca. E no domingo (8), também às 19h, o ator Gregório Duvivier traz Um Poeta na Berlinda para o Teatro Gustavo Leite. Para essa e todas as atrações da 8ª Bienal do Livro de Alagoas vale o lembrete: a entrada é franca!

Além da parceria com Governo de Alagoas, Prefeitura de Maceió e Fundepes, a 8ª Bienal Internacional do Livro tem os seguintes patrocinadores: Sebrae-AL, Braskem, Sesi, Senai e Fapeal. Conta com o apoio da Usina Coruripe, Cesmac, Instituto Zumbi dos Palmares, Doity Plataforma de Eventos, Hotel Ponta Verde e de outras entidades, órgãos e instituições que colaboram com o evento.

SERVIÇO

O quê? Bienal Internacional do Livro de Alagoas

Quando? De 29 de setembro a 8 de outubro

Onde? Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, no Jaraguá.

Horário: das 10h às 22h

Redação do AA, AL24Hs e Deriky Pereira

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5