Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
DISQUE DENÚNCIA

Notícias

Efemérides
Arquivo
Atriz Ruth Escobar

11 de Outubro de 2017

Ruth Escobar morre aos 81 anos em São Paulo

Atriz estava internada no Hospital Nove de Julho, na capital paulista

Morreu no último dia 5 de setembro, aos 81 anos, a atriz e empresária Ruth Escobar. Ela estava internada no Hospital Nove de Julho, na capital paulista. A causa da morte, no entanto, não foi divulgada até o momento. A Associação dos Produtores de Espetáculos Teatrais do Estado de São Paulo (Apetesp), que administra o teatro que leva o nome da atriz, confirmou que o velório será realizado no local.

Ruth Escobar nasceu na cidade do Porto, em Portugal, em 1936. Em 1951, mudou-se para o Brasil e passou a morar em São Paulo. Em seguida, foi estudar interpretação em Paris e, quando voltou à capital paulista, montou sua própria companhia teatral, que batizou de Novo Teatro. Foi protagonista das montagens Antígone América, Mãe Coragem e Seus Filhos e Males de Juventude.

Em seguida, passou a se dedicar ao teatro popular e transformou um ônibus em palco, levando espetáculos à periferia de São Paulo. No chamado Teatro Popular Nacional ela participou, entre outros trabalhos, de A Pena e a Lei e As Desgraças de uma Criança.

Em 1964, Ruth Escobar inaugurou sua própria casa de espetáculos, onde montou A Ópera dos Três Vinténs, O Casamento do Sr. Mississipi, As Fúrias, O Versátil Mr. Sloane e Lisistrata. Em 1968, fez a montagem de Cemitério de Automóveis, obra de Victor Garcia.

Em 1974, a artista criou o 1º Festival Internacional de Teatro, com a ideia de trazer ao Brasil periodicamente o melhor do teatro mundial. Diversas peças de sucesso internacional foram encenadas na capital paulista, como Time and Life of Joseph Stalin, de Bob Wilson; e Yerma, de Victor Garcia. Também vieram ao Brasil por meio do festival o grupo catalão Els Joglars, os City Players, do Irã; a Companhia Hamada Zenia Gekijo, do Japão; o Grupo G.Belli, da Itália, entre outros.

Nos anos 1980, Ruth Escobar afastou-se do teatro, candidatou-se a deputada estadual e foi eleita por duas legislaturas, em que se dedicou a projetos comunitários. Em 1987, Ruth montou Maria Ruth-Uma Autobiografia, e voltou aos palcos. Em 1990, também atuou em Relações Perigosas.

Fonte: Agencia Brasil Cultura

Agência Brasil

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5