Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
DISQUE DENÚNCIA

Notícias

Turismo
Arquivo
Jangadas da Paria da Pajuçara, em Maceió

02 de Dezembro de 2017

Faturamento das empresas do turismo cresce 4,3%

Pesquisa trimestral do MTur mostra também que 66% do setor pretende realizar novos investimentos ainda este ano

A “leve reação” da economia foi um dos fatores determinantes para o aumento de 4,3% no faturamento médio das empresas do setor de turismo no terceiro trimestre do ano, na comparação com o mesmo período de 2016. A expansão da receita, assim como a perspectiva de realização de novos investimentos no período de outubro a dezembro, foi verificada nos sete segmentos pesquisados pelo Ministério do Turismo.

Os aumentos mais expressivos ocorreram nos segmentos de parques e atrações turísticas (11,4%), transporte aéreo (11,2%), operadoras de turismo (10,3%) e agências de viagens (9,3%). Resultados que as empresas atribuem ainda à sazonalidade e aos investimentos realizados anteriormente. Em menor escala, com percentuais abaixo de 2%, houve majoração de receita também entre as organizadoras de eventos, meios de hospedagem e nas empresas de turismo receptivo.

“Os dados mostram o vigor do turismo que, mesmo diante da crise vivida pelo Brasil nos últimos anos, conseguiu registrar números positivos”, comentou o ministro do Turismo, Marx Beltrão. Para o último trimestre do ano (out/dez), as perspectivas são otimistas. Do conjunto de empresas pesquisadas, 66% manifestaram intenção de investir parte do faturamento apurado ainda em 2017. O maior percentual, 15,2%, é projetado pelo segmento de turismo receptivo, seguido dos organizadores de eventos (8,1%), meios de hospedagem (5,2%) e transporte aéreo (4,7%).

Na pesquisa, realizada pela Fundação Getúlio Vargas, as empresas apontaram como fatores limitantes ao crescimento dos negócios os custos operacionais e financeiros além do momento econômico e político ainda desfavorável do país. O Boletim de Desempenho Econômico do Turismo foi produzido com informações de 716 empresas que empregam 79.319 mil pessoas e faturaram R$ 9,2 bilhões no trimestre.

CHINESES

Credenciamento para receber chineses está chegando ao fim

Essas são as últimas semanas para agências de viagens que desejam trabalhar com turistas chineses se inscreverem junto ao MTur. Prazo termina em 15 de dezembro

A China é o maior emissor de turistas no mundo. Por esse motivo, as agências brasileiras de viagens precisam ficar atentas a esse mercado e estarem preparadas para atender os viajantes. Pensando nisso, o Ministério do Turismo realiza, até o próximo dia 15 de dezembro, o credenciamento das empresas interessadas em receber os turistas chineses. Somente quem estiver habilitado junto ao MTur poderá recepcionar os turistas do país asiático.

O credenciamento faz parte de um acordo entre os governos do Brasil e da China, realizado por meio do MTur e da Administração Nacional de Turismo da República Popular da China. A parceria foi firmada através do Memorando de Entendimento, denominado Status de Destino Aprovado (ADS, na sigla em inglês), documento que compõe as diretrizes e atribuições de cada país perante a aliança.

No ano passado, mais de 130 milhões de chineses viajaram pelo mundo. Desses, apenas 50 mil escolheram o Brasil como destino. “O credenciamento das agências interessadas, bem como o acordo de facilitação dos vistos entre Brasil e China, assinado recentemente, são medidas que farão com que nosso país atinja a meta prevista no plano Brasil + Turismo, que é atrair 12 milhões de visitantes vindos do exterior até 2022”, informou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Para ser selecionada, a agência deve realizar a inscrição no ADS CHINA e seguir algumas regras: estar regularizada no Sistema de Cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor do turismo, o Cadastur; declarar estar ciente dos termos do Memorando de Entendimento, além de aceitar o Termo de Responsabilidade do ADS CHINA.

O Ministério do Turismo só aceitará inscrições realizadas via link próprio para cadastramento de empresas do tipo "Agências de Turismo" em situação regular. O resultado da seleção será divulgado no dia 22 de dezembro de 2017, no Diário Oficial da União e no site do Ministério.

ACORDOS INTERNACIONAIS

O governo brasileiro tem trabalhado para fomentar o turismo e garantir a vinda de mais estrangeiros ao país. Além do acordo de facilitação de vistos com a China, que aumenta o prazo de validade dos vistos de turistas brasileiros e chineses de três meses para cinco anos, o país acaba de implantar o visto eletrônico para australianos. A medida, que ainda atenderá turistas do Japão, Canadá e Estados Unidos desburocratiza a vinda desses turistas, ampliando suas visitas no território nacional e trazendo mais renda para o setor.

Buscar captação de investimentos estrangeiros para o turismo nacional também tem sido outra estratégia do governo brasileiro. A reunião realizada este mês com membros do Ministério do Turismo, Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, e do órgão de Comércio da China foi momento para debater a criação de uma agenda conjunta e apresentar possíveis negócios em áreas como hotelaria e parques temáticos.

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5