Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
DETRAN RESPEITAR

Notícias

Meio Ambiente
Ascom/IMA
Nome científico dessa orquídea Prosthechea Alagoensis

04 de Janeiro de 2018

AL inicia estudos científicos das orquídeas nativas

IMA e Associação dos Orquidófilos e Bromeliófilos farão levantamento das espécies que ocorrem no Estado

Representantes do Herbário MAC do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) e da Associação dos Orquidófilos e Bromeliófilos de Alagoas (AOBAL), se reuniram na manhã da quarta-feira (3), na sede do IMA. Na ocasião foi formalizado o projeto em parceria entre as duas instituições, denominado Diversidade e Conservação das Orquídeas no Estado de Alagoas.

O projeto irá levantar e estudar sobre a conservação das matas que ainda detém representantes de orquídeas no Estado. A intenção também é fazer um levantamento das espécies que ocorrem em Alagoas, isso porque na lista das espécies do Brasil são poucas as referidas para o Estado.

Rosângela Lemos, curadora do Herbário MAC, explica a importância de atualizar essa listagem. Segundo ela, Alagoas possui um número três vezes maior do que o que consta na lista nacional. “A gente quer referendar a preservação e também saber o que temos. Porque na lista das espécies do Brasil são poucas espécies referidas para Alagoas e a gente tem três vezes mais o número que é conhecido”, diz.

Rosângela conta, ainda, que o projeto tem foco científico, com objetivo de gerar bancos de dados para futuras pesquisas.Ela diz que “agora nós vamos estudar tudo isso, e produzir publicações periódicas, duas por ano, a respeito das novas informações sobre esse trabalho”, conclui.

Vinícius Brito, que coordena o projeto e faz parte da AOBAL, conta que a parceria entre as instituições já ocorre há mais tempo, visto que as novas descobertas botânicas feitas pela Associação já vem sendo depositadas no Herbário do IMA.

“Firmamos oficialmente a parceria com o IMA, onde nós depositamos as nossas coletas, as nossas descobertas, então estão todas aqui no IMA e, de agora em diante, se torna oficial o nosso projeto, que nos permitirá levantar novas conquistas nas futuras expedições e preparar os trabalhos para publicação”, conta.

Além dos trabalhos de pesquisa, o projeto também irá promover oficinas de produção de mudas de orquídeas, com orientações de como cultivar e como produzir mudas. Com isso os organizadores pretendem difundir o modo correto de manusear essas plantas, além de propagar o gosto pelas orquídeas em mais e mais pessoas no Estado.

Wanessa Santos
Agência Alagoas

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5