Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
DETRAN RESPEITAR

Notícias

Alagoas
Márcio Ferreira
Governador Renan Filho fala com a imprensa e faz um balanço positivo da sua gestão

03 de Abril de 2018

Governador avalia gestão e anuncia investimentos

Neste mês, serão assinadas ordens de serviço para construção de dois hospitais e duas Upas

O governador Renan Filho reuniu a imprensa, no Museu Palácio Floriano Peixoto (MUPA), para um café da manhã na segunda-feira (2). Na ocasião, ele fez um balanço das ações desenvolvidas nos últimos três anos e três meses de gestão, além de anunciar novos investimentos, sobretudo na área da Saúde.

Renan Filho assinará, agora em abril, as ordens de serviço para a construção de dois hospitais regionais no interior do Estado: um em União dos Palmares e outro em Delmiro Gouveia, além de duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em Maceió, nos bairros do Tabuleiro do Martins e Jacintinho.

“Pela primeira vez, o Estado está construindo UPAs com recursos próprios. Com essas Unidades, o Hospital da Mulher e o Metropolitano, vamos criar mais leitos e desafogar o sistema de atendimento na capital. Faremos o mesmo no interior do Estado com a construção dos hospitais regionais. Na última semana, foi concretada toda a primeira laje do Hospital Regional do Norte, em Porto Calvo, cuja obra anda a passos largos. Nesta terça-feira (3), vamos dar ordem de serviço para o Hospital Regional da Mata, em União dos Palmares. Nós vamos também construir o Hospital Regional do Alto Sertão, em Delmiro Gouveia, cuja ordem de serviço acontece na segunda quinzena de abril”, declarou Renan Filho.

Só na construção dos três hospitais (Metropolitano, Regional do Norte e da Mulher), o Governo do Estado investe, com recursos próprios, R$ 119 milhões.

“Alagoas tem um problema gravíssimo que é a falta de leitos, afinal de contas, há 50 anos não se constrói um hospital público na capital. Agora, estamos recebendo dois novos hospitais, o da Mulher, que está quase pronto e vamos entregá-lo agora no primeiro semestre deste ano, e o Metropolitano, que caminha a passos largos; a obra será finalizada em dezembro deste ano. Trata-se da maior obra em Saúde pública de Alagoas. O Hospital Metropolitano estará, no primeiro semestre do ano que vem, à disposição da sociedade alagoana”, declarou o governador.

Renan Filho atribuiu o novo momento vivido por Alagoas ao ajuste fiscal promovido em sua gestão, que possibilitou o equilíbrio das contas públicas e a realização de investimentos em áreas estratégicas, feitos com recursos próprios.

“Foram três anos e três meses de muitos investimentos possibilitados, sobretudo, pela virada fiscal que Alagoas promoveu e que deu exemplo ao país. A virada fiscal de Alagoas é a mais sólida nessa quadra de crise aguda, econômica e financeira do país. Alagoas tem hoje capacidade própria de investimento. E isso é novo; capacidade própria que gira em torno de R$ 400 milhões por ano, algo bastante significativo para um Estado que se acostumou a não ter nada ou quase nada para investir”, avaliou o governador.

Na área da Segurança Pública, ele citou a construção de 12 Centros Integrados de Segurança Pública (Cisps) por meio do investimento aproximado de R$ 15,6 milhões; a implantação dos programas Força Tarefa (25 municípios) e o Ronda no Bairro (Jacintinho e Orla Marítima). Anunciou, ainda, para este ano, a entrega do Complexo de Delegacias Especializadas em Homicídios e Repressão ao Narcotráfico (DHPP / DRN) e do novo Instituto Médico Legal (IML).

“Os investimentos em Segurança Pública fazem de Alagoas um dos poucos Estados do Brasil que reduzem violência de forma significativa e acentuada com relação ao quadriênio anterior”, destacou Renan Filho.

No âmbito da Educação, o governador destacou a instalação de 50 escolas em tempo integral, onde estão matriculados mais de 12 mil estudantes; a reforma de 157 escolas e a construção de 70 ginásios de esportes.

“Das 320 escolas alagoanas, só 32 tinham ginásios de esportes, ou seja, cerca de 10%. No final de 2018, nós teremos construído 100 ginásios. Já entregamos 70 e vamos, até o final do ano, levantar mais 30, tudo isso com recursos próprios do Governo de Alagoas”, citou Renan Filho.

Severino Carvalho
Agência Alagoas

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5