Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
DETRAN RESPEITAR

Notícias

Cidade
Policia Civil
Henrique Matheus foi presi em Pombal na Paraíba

10 de Setembro de 2018

Asssassino de Silvânio é preso na Paraíba

Henrique Mateus da Silva Souza foi preso com o carro do vereador e confessou crime

A Polícia Civil da Paraíba pendeu, na noite de sábado (8/9), na cidade de Pombal, Sertão da Paraíba, o jovem Henrique Mateus da Silva, 18 anos, que confessou ter assassinado a facadas o vereador por Maceió, Silvânio Barbosa (MDB).

Segundo o comandante da 3ª Companhia do 14º Batalhão de Polícia Militar, tenente Sávio Cascudo, os policiais abordaram o carro em que Henrique estava por que consideravam que ele estava em atitude suspeita.

O veículo era do vereador Silvânio Barbosa e, como o suspeito estava se contradizendo, os policiais fizeram uma busca pelo nome do dono do carro na internet e descobriram as notícias que davam conta do assassinato de Barbosa.

Além do carro, estava com o suspeito quase R$ 10 mil em dinheiro, roupas da vítima sujas de sangue, oito relógios e dois celulares.

Henrique confessou ter cometido o latrocínio utilizando uma faca, após ter relações sexuais com a vítima, tendo premeditado todo ato. Após o crime, ele voltou à cidade de Pombal com vários bens materiais da vitima além de R$ 9.780.

O suspeito foi levado para a Delegacia de Pombal, onde ficou no aguardo da chegada da Polícia Civil de Alagoas, que concluirá as investigações.

FRIEZA

Henrique teria contado também que teria iniciado uma relação com Silvânio Barbosa há cerca de 15 dias e teria observado os bens materias no apartamento do vereador. De maneira fria ele relatou que vizinhos ainda chegaram a bater na porta no momento em que ele estava matando Silvânio. Mesmo ferido, ele obrigou o vereador a dizer que estava tudo bem.

Ainda de acordo com o relato, Silvânio teria oferecido R$ 10 mil para que Henrique o deixasse vivo. Henrique fingiu que aceitou e pediu a senha do celular para chamar socorro. Após Silvânio revelar a senha, foi assassinado.

Por meio de sua conta no Instagram, o delegado Fábio Costa, gerente de Recursos Especiais da Polícia Civil, postou uma foto que pode ser do momento da prisão de um suspeito, que aparece de costas, possivelmente por ser menor de idade. A informação de que se trata de um adolescente ainda não foi confirmada.

Os detalhes da operação e das investigações foram revelados pela policia alagoana, em entrevista coletiva, no final da manhã desta segunda-feira, na sede da Deic.

TRANSFERÊNCIA

Assassino de vereador é transferido da Paraíba para Alagoas

Henrique Matheus da Silva Sousa foi flagrado com carro do vereador em Pombal, sertão paraibano, mas ficará preso em Maceió. Ele confessou que matou vereador com 50 facadas para roubar.

O suspeito preso na Paraíba pelo assassinato do vereador Silvânio Barbosa (MDB) está sendo transferido e vai ficar preso em Maceió, onde aguardará a conclusão das investigações. Ele foi identificado como Henrique Matheus da Silva Sousa e confessou o crime. A transferência foi confirmada pelo delegado Fábio Costa na manhã deste domingo (9).

Segundo relato do suspeito à Polícia Militar paraibana, o crime teria acontecido na quinta-feira (6). O corpo do vereador, de 45 anos, só foi encontrado no sábado (8), dentro do apartamento em que ele morava, no Benedito Bentes, em Maceió, sem roupas, ensanguentado e com marcas de perfurações. O carro tinha sido roubado.

Desde então, policiais faziam buscas pelo suspeito. Sousa foi preso no município de Pombal, no Sertão paraibano. Segundo a PM daquele estado, ele foi abordado no carro que pertencia ao vereador. Os policiais desconfiaram da reação dele, e resolveram buscar pelo nome do dono do carro na internet, foi quando descobriram o assassinato.

“Nós demos voz de prisão e ele confessou o crime. Ele teria roubado o carro e matou justamente para fazer o assalto. Ele disse até a quantidade de facadas, foram 50”, explicou o comandante da 3ª Companhia do 14º Batalhão de Polícia Militar, tenente Sávio Cascudo.

Contudo, somente o resultado da necrópsia poderá confirmar o número exato de facadas na vítima.

O corpo de Silvânio Barbosa foi velado durante o dia todo na quadra do Colégio Fantástico, no Benedito Bentes, por familiares, amigos e admiradores. O sepultamento aconteceu no início da noite.

De acordo com o relato do suspeito à polícia, ele e o vereador haviam iniciado um relacionamento há cerca de 15 dias. Ele planejou o roubo depois que viu a quantidade de bens que Silvânio Barbosa tinha em casa. “Da segunda vez [que se encontraram], ele já foi premeditado”.

Sousa relatou ainda que um vizinho chegou a bater na porta do vereador ao ouvir o crime, mas ele o teria coagido a responder, mesmo já ferido, e dizer que estava tudo bem.

“Ele disse que o vereador ofereceu R$ 10 mil para deixá-lo vivo. Ele fingiu que aceitou o dinheiro, pediu a senha do celular para chamar socorro, mas quando conseguiu a senha, terminou de matá-lo”, relatou o tenente.

Além do carro, a polícia apreendeu com ele outros bens do vereador. Cerca de R$ 10 mil em dinheiro, roupas de Silvânio sujas de sangue, oito relógios e dois celulares.

O corpo do vereador foi velado na quadra do Colégio Fantástico, no Benedito Bentes, no mesmo bairro em que morava. O sepultamento foi à tarde, no Memorial Parque Maceió.

G1 Alagoas

TNT e G1 AL

Galeria de imagens

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5