Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
DETRAN RESPEITAR

Notícias

Política
Arquivo
Renan Calheiros entre os mais influentes do Congesso

24 de Setembro de 2018

Renan é um dos políticos mais influentes do Brasil

Segundo o Diap, senador está entre os “100 Cabeças do Congresso” desde 2010; Confira lista na íntegra

Apenas um parlamentar alagoano integra a lista dos 100 políticos mais influentes do Brasil, divulgada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), nos últimos dez anos. Trata-se do senador Renan Calheiros, que este ano de 2018 é candidato à reeleição e lidera a disputa pelo Senado, em Alagoas .

A lista inclui deputados federais e senadores, além dos partidos com maior número de parlamentares na elite da politica nacional. Nos últimos dez anos, o PT e o antigo PMDB lideram as listas, tendo o PSDB na terceira posição e o PP em quarto em número de parlamentares mais influentes.

Na lista de 2018, além de Renan aparem também em os mais influentes de Alagoas mais dois políticos: o senado e ex-presidente Fernando Collor (PTC) e o deputado federal Arthur Lira (PP). Renan e Artur pela capacidade de articulação; Collor como formador de opinião.

A influência e desenvoltura dos parlamentares no Congresso Nacional deu origem a uma lista divulgada anualmente pelo Diap. Analisamos as listas da edição de 2010 para cá e constatamos que Renan sempre esteve presente entre os “100 Cabeças do Congresso”. Divulgada com algumas novidades – nomes que nunca haviam aparecido na lista foram relacionadas - a edição de 2018 foi publicada pelo Diap agora em setembro e pode ser acessada pela internet.

O mapeamento das principais lideranças entre deputados e senadores do país é importante para que o eleitoral saiba se vale apenas votar em parlamentares do chamado "Alto Clero", como são tratados os "cabeças do Congresso". .

Para elaborar a relação, o Diap utiliza-se de cinco categorias – que não são excludentes, ou seja, um parlamentar pode se enquadrar em mais de um quesito sem nenhum problema. São elas: debatedores; articuladores/organizadores; formuladores; negociadores; e formadores de opinião.

Mulheres

O sexo feminino ainda precisa correr muito para chegar na lista pelo menos ao mesmo patamar que ocupa no Congresso. Em 2010, entre Câmara e Senado, as mulheres representavam apenas 9,45% dos parlamentares (são 45 deputadas e 11 senadoras). Na elite do Congresso, porém, elas são apenas 6% da lista, com quatro deputadas – Alice Portugal (PCdoB/BA), Luiza Erundina (PSB/SP), Rita Camata (PSDB/ES) e Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM) – e duas senadoras – Ideli Salvatti (PT/SC) e Kátia Abreu (DEM/TO).

Também em 200, nove parlamentares apareceram pela primeira vez na lista dos “100 Cabeças do Congresso”. Veja quem são eles:

Vanessa Grazziotin (PCdoB)

Alice Portugal (PCdoB)

João Almeida (PSDB)

Magno Malta (PR)

Marconi Perillo (PSDB)

Dagoberto (PDT)

Darcísio Perondi (PMDB)

Sérgio Zambiasi (PTB)

Valdir Raupp (PMDB)

Veja a lista completa dos “100 Cabeças do Congresso”, no site do Diap

Alagoas – Senador:

Renan Calheiros (PMDB)

Fernando Collor (PTB0

Deputado Federal

Arthur Lira (PP)

VEJA A INTEGRA DA MATÉRIA DO SITE DO DIAP:

DIAP divulga quem são os “Cabeças” do Congresso 2018

Categoria: Agência DIAP

Publicado em Segunda, 17 Setembro 2018 17:36

Esta é a 25ª edição dos “Cabeças” do Congresso Nacional, que na definição do DIAP, são aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades aqui descritas. Entre os atributos que caracterizam um protagonista do processo legislativo [1], se destaca a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.

cabecas 2018

“Enfim, é o parlamentar que, isoladamente ou em conjunto com outras forças, é capaz de criar seu papel e o contexto para desempenhá-lo”, destaca-se na definição da publicação.

A pesquisa inclui apenas os parlamentares que estavam no efetivo exercício do mandato no período de avaliação, isto é, entre fevereiro e julho de 2018. Assim, quem esteve ou está licenciado do mandato, mesmo influente, não faz parte da publicação.

Por isto, não constam entre os 100 mais influentes de 2018 os deputados e ministros do governo Michel Temer — Alexandre Baldy (PP-GO), ministro das Cidades, Carlos Marun (MDB-MS), ministro Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, senador Blairo Maggi (PP-MT), ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e o senador Walter Pinheiro (sem partido-BA), atual secretário de Educação do estado da Bahia.

Entre os 100 parlamentares que comandam o processo decisório no Congresso, 65 são deputados e 35 são senadores.

Além dos “100 Cabeças”, desde a 7ª edição da série, o DIAP divulga levantamento que inclui, na publicação, anexo com outros parlamentares que, mesmo não fazendo parte do grupo dos 100 mais influentes, estão em plena ascensão, podendo, mantida a trajetória ascendente, estar futuramente na elite parlamentar.

Distribuição partidária

A elite do Congresso Nacional está assim distribuída partidariamente nas 2 casas legislativas — Câmara e Senado:

- PT - 13 deputados e 6 senadores na lista | bancadas na Câmara (61) e no Senado (9)*;

- PSDB - 7 (D) e 7 (S) | 49/D e 12/S*;

- MDB - 4 (D) e 8 (S) | 51/D e 18/S*;

- DEM - 9 (D) e 2 (S) | 43/D e 5/S*;

- PP - 6 (D) e 2 (S) | 10/D e 1/S*;

- PCdoB - 5 (D) e 1 (S) | 10/D e 1/S*;

- PSB - 3 (D) e 2 (S) | 26/D e 3/S*;

- PSol - 4 (D) | 6/D*;

- PDT - 2 (D) e 1 (S) | 19/D e 3/S*;

- PR - 2 (D) e 1 (S) | 40/D e 4/S*;

- PSD - 2 (D) e 1 (S) | 37/D e 5/S*;

- PTB - 2 (D) e 1 (S) | 16/D e 2/S*;

- PTC - 1 (S) | 1/S*;

- Rede - 1 (D) e 1 (S) | 2/D e 1/S*; e

- Avante (5/D*), Pode (17/D e 5/S*), PPS (8/D e 1/S*), PSC (9/D*), PV (3/D e 1/S*) e SD (10/D*), cada 1 tem 1 deputado na lista.

(*) Corresponde ao total de membros das bancadas partidárias na Câmara dos Deputados (D) e no Senado Federal (S)

Ricardo Rodrigues com Veja e Diap

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5