Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
RONDA NOS BAIRROS

Notícias

Cidade

14 de Janeiro de 2019

Caso Pinheiro causa apreensão no Pontal

Orelha em pé: Abaixo assinado será enviado ao Ministério Público cobrando providências

Moradores do Pontal da Barra, estão em estado de alerta, devido a presença de geólogos que fazem monitoramento na Lagoa Mundaú, objetivando detectar as causas da catástrofe ocorrida no bairro do Pinheiro, onde centenas de residências apresentaram rachaduras provocadas por um tremor de terra ocorrido há um ano, em fevereiro passado.

“A presença desses técnicos aqui no Pontal, colocando equipamentos na lagoa, próximo a indústria Braskem, tem nos deixado de Orelha em Pé e queimando. Se algo pior acontecer não temos para onde correr. Nas duas últimas simulações realizadas pela indústria, o sistema de alarme não funcionou o que deixou a população ainda mais preocupada” advertiu o Guia de turismo Neno.

Aproximadamente mais de 50 geólogos e ambientalista já realizaram pesquisas e até o momento as causas das rachaduras que afetaram 70% das residências ali instaladas, ainda não foram explicadas, por conta disso, as entidades e moradores do bairro do Pontal, começam a se movimentar e organizar um abaixo assinado para cobra das autoridades competentes uma explicação. Claudestone Cavalcante Rocha, é guia de passeio as Nove Ilhas, há mais de 30 anos e diz que a situação está insustentável.

" Por incrível que pareça apesar de sermos uma comunidade de atividade turística, tanto na gastronomia, quanto no Filé e no tradicional Passeio Ás Nove Ilhas, estamos órfãos do Poder Público e da iniciativa privada a exemplo da Braskem. São ruas esburacadas, esgoto com fezes fecais a céu aberto e ninguém faz nada para reverter a situação”, desabafou o morador.

Abaixo assinado

“ Já temos 600 assinaturas dos moradores e pretendemos chegar a mil, para então fazer o encaminhamento ao Ministério Público, que além da melhoria no bairro, iremos solicitar também explicações sobre o problema que vem ocorrendo no bairro do Pi9nheiro, onde 30 mil moradores estão em desespero e que poderá também afetar o nosso bairro e que também pode afetar a nossa comunidade. Somos vizinhos de uma bomba que pode explodir a qualquer momento, por isso, vamos também cobrar providências imediatas do Ministério Público.

Evacuação

O município já estuda a possibilidade de evacuação da comunidade do Pinheiro, conforme afirmou o próprio prefeito Rui Palmeira e nós que estamos na raiz do problema para onde vamos, será que o secular bairro do Pontal da Barra, vai acabar? Questionou o Guia de Turismo, Neno, como é conhecido no bairro.

Cícero Santana
Almanaque Alagoas

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5