Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
HEMOAL

Notícias

Educação
Valdir Rocha
Alunos da Escola Estadual Dom Constantino Luers receberam até kits no dia da prova do Enem

05 de Fevereiro de 2019

Alunos elogiam suas escolas na aprovação do vestibular

Estudantes de escolas publicas foram aprovados na Ufal, Uneal e Ifal, além de faculdades particulares

"Você sai da Dom Constantino, mas ela não sai de você. Aqui sei que sempre terei apoio e, um dia, quero voltar como professora e retribuir tudo o que fizeram por mim". A fala emocionada de Amanda da Silva, aluna da Escola Estadual Dom Constantino Luers, de Campo Alegre e aprovada em 2º lugar em Ciências Biológicas, pelo Instituto Federal de Alagoas (Ifal) - campus Maceió - reflete não só a gratidão, mas o trabalho de profissionais dedicados e focados no sucesso de alunos da rede pública no ingresso no ensino superior e mercado de trabalho.

Um trabalho que consiste não apenas em lecionar e revisar conteúdos, mas também em prepará-los psicologicamente para as provas, ajudando-os nas inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e orientando-os também sobre escolha de cursos e como preencher o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O resultado: sucesso no ingresso na Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) Ifal e faculdades particulares.

Uma segunda casa - A Escola Estadual Dom Constantino Luers, de Campo Alegre, contabiliza, até o momento, mais de 20 aprovados em faculdades públicas e particulares de Alagoas. Segundo a diretora Maria Aparecida do Nascimento, o preparativo incluiu a realização de um pré-Enem aos sábados, simulados bimestrais e uma feira de profissões onde os estudantes puderam descobrir sua vocação. "Fizemos inscrições para quem não tinha internet, tivemos um mutirão para emissão de carteira de identidade em parceria com a Prefeitura de Campo Alegre e até distribuímos um kit com caneta preta para o dia de prova", relata a gestora.

Além de Amanda, estão entre os aprovados Adriana da Silva, 9º lugar em Letras pela Uneal (ampla concorrência); Camila Mayara Rocha da Silva, 7º lugar História na Ufal, campus Maceió (Sistema de Cotas); Lucas Lira da Silva, 2º lugar em Letras Inglês pela Uneal, campus São Miguel dos Campos (Cotas); Marcos Gabriel Bezerra, aprovado em Meteorologia na Ufal Maceió; Joycce Vitória da Silva, aprovada em Direito no Cesmac; Jaslyne Samya Vicente da Costa, aprovada em Física na Uneal - Maceió (Cotas); Débora Rayane da Silva Santos, 2º lugar em História pelo sistema de Cotas na Ufal Maceió e Camila da Silva Santos, 4º lugar em Ciências Sociais pela Ufal (Cotas).

Lucas e Débora foram outros que descobriram sua vocação para o magistério na escola. "Daqui levarei lembranças de grandes seres humanos com quem convivi e espero voltar como professor e, quem sabe, diretor", revela Lucas. Já Débora viu sua paixão pela História se fortalecer após a participação na Olimpíada de História de Alagoas promovida pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). "Tive nos meus professores grande inspiração. Quero lecionar na escola pública e devolver para meus alunos tudo que recebi como estudante", diz a garota.

Até o fim - Na Escola Estadual Pedro Joaquim de Jesus, de Teotônio Vilela, já são 39 aprovados na Ufal, Uneal, Uncisal e Ifal. A diretora Fátima Pimentel conta que os preparativos incluem não só as aulas regulares. "Temos o nosso Lab Enem, um preparatório que já é sucesso em nossa escola e que conta com a participação de muitos ex-alunos como voluntários. Também fazemos questão de acompanhar o aluno em todas as etapas: ajudamos na inscrição no Enem e no Sisu, dando dicas sobre mudança de curso de acordo com a nota de corte", conta a gestora.

O apoio da instituição fez com que os alunos superassem a si mesmos. Amanda Alves de Albuquerque, 1º lugar em Serviço Social na Ufal Maceió pelo Sistema de Cotas, possui deficiência visual e diz que o incentivo da escola foi um diferencial para o dia das provas. "Fiz o Enem com confiança e quando soube do resultado, foi uma alegria imensa, sempre quis estudar na Ufal. Agradeço demais a todos da escola que sempre me estimularam. Sou movida pela força e quero ser um exemplo para outros jovens com deficiência", frisa Amanda.

Quem também concretizou sonhos foram as estudantes Janielly da Silva, aprovada em 2º lugar em Letras-Português na Uneal São Miguel dos Campos (Cotas) e Micaelle Glicia dos Santos, 3º lugar em Ciências Biológicas Uneal Arapiraca (Cotas). Ambas são as primeiras de suas famílias a ingressarem no ensino superior. " A escola me mostrou que posso ir além. Quero ajudar minha cidade, acredito na força do jovem", declara Micaelle. "É maravilhoso proporcionar essa alegria aos meus pais", complementa Janielly.

Dentre os outros alunos aprovados na primeira chamada do Sisu da Ufal estão José Ruan Kelvin Santos Soares, 4º lugar em Engenharia da Computação no campus Maceió; Alan Duda dos Santos, 2º lugar em Ciências da Computação no campus Arapiraca (Cotas) e Jailson Amaro da Silva, 1º lugar em Ciências Biológicas no campus Maceió (Cotas).

Ana Paula Lins

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5