Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
novos soldados

Notícias

Efemérides
G1
Antunes Filho, grande nome do teatro nacional, morre aos 89 anos em São Paulo

05 de Maio de 2019

Morre o diretor de teatro Antunes Filho

Um dos nomes mais importantes do teatro nacional morreu aos 89 anos em São Paulo.

O diretor de teatro José Alves Antunes Filho, considerado um dos nomes mais importantes do teatro nacional, morreu nesta quinta-feira (2), aos 89 anos, em São Paulo. Antunes Filho estava internado no Hospital Sírio-Libanês e havia descoberto recentemente estar com câncer de pulmão em estágio avançado.

O velório, aberto ao público, começou às 8h no Teatro Sesc Anchieta, na região central de São Paulo

Veja a repercussão:

Alê Youssef, secretário de Cultura de São Paulo

"A cultura de São Paulo está de luto. Perdemos um grande mestre, que influenciou gerações de atores e atrizes brasileiros. Nos resta agora nos solidarizar com família, amigos e fãs. Importante ter consciência e relevância da história desse grande mestre", afirmou o secretário de Cultura de São Paulo.

Ale ainda falou sobre o contato que teve com o diretor. "Recentemente não, mas tive contato antes de ser secretário e assisti a diversas encenações. Ele influenciou gente em cima do tablado e fora do palco".

Danilo Santos de Miranda, diretor do Sesc SP

"É uma perda devastadora para o teatro brasileiro e para a cultura de um modo geral. Antunes Filho significa potência, era uma figura ímpar. Ele deixa um legado, uma formação de novos atores, atrizes, diretores... Desejamos que o teatro permaneça podendo realizar sua missão mais importante, que é trazer reflexão, debate, encantamento e discussão de grandes temas".

Durante o velório nesta sexta (3), Danilo também falou sobre uma possível homenagem ao diretor nos palcos. "Possivelmente, sim. O CPT está sempre aí, está nesse momento com um trabalho pronto, que foi apresentado. E ele estava preparando alguma coisa que é sempre uma espécie de surpresa, nunca é algo conhecido antes. Mas certamente teremos a oportunidade de homenageá-lo dessa maneira ou qualquer outra forma, do jeito mais completo que a gente puder". O diretor ainda afirmou que não há informação ainda sobre um próximo espetáculo de Antunes Filho.

Daniel Rocha, ator

"Tentei algumas vezes escrever esse texto. Não consigo... Você mudou e ainda muda minha vida quando lembro dos anos que fiquei ao seu lado. Hoje mesmo falei para um amigo de uma técnica que você tinha me ensinado. Obrigado por tudo, você me fez artista. Hoje o mundo perde um gênio. Um Mestre."

Juca de Oliveira, ator

"Perco um grande amigo e um dos meus maiores ídolos"

José Possi Neto, diretor

"Nunca cheguei a trabalhar com ele, mas acompanhei sempre o trabalho dele. Foi sempre um mestre, uma grande inspiração e, principalmente, um homem de uma consciência incrível sobre o teatro e sobre o Brasil. Neste momento, a gente fica mais pobre."

Leona Cavalli, atriz

"Antunes Filho! Um dos maiores diretores do teatro brasileiro, dirigiu espetáculos que ficarão pra sempre em nossos corações. Lembro de cenas inesquecíveis em 'Paraíso Zona Norte' e 'Chapeuzinho Vermelho', entre tantos outros. Formou muitos atores e muito público, fará falta. Gratidão por sua arte."

Marcelo Medice, ator

"No CPT [Centro de Pesquisa Teatral] aprendi a ser ator, a respeitar o palco, e entender que levaria muitos, mas muitos tombos na maratona da profissão. Ele fazia questão de deixar claro que não seria fácil, e não é mesmo... Era um lugar tão rigoroso, pra mim um templo. Sua paixão pelo futebol, fanático pelo São Paulo, me fez entender que ele não era Deus, e sim um homem, como eu e todos os atores do grupo Macunaíma, mas diretor de teatro como Antunes Filho não aparece assim, toda hora. 'Paraíso Zona Norte' e suas montagens de 'Macunaíma' e 'Romeu & Julieta', são verdadeiros marcos, entre tantos outros espetáculos. Antunes levou suas obras para fora do país e fez o Brasil entrar para a história. Me sinto realmente privilegiado por ter começado com ele, sai de lá ainda muito jovem e acalentava um secreto desejo de procurá-lo para voltar. Não deu tempo... Bravo Mestre e obrigado."

Marcelo Tas, jornalista e ator

"Foi-se Antunes Filho, mestre que me iniciou nas artes, assim como fez tantos outros atores, atrizes, autores e diretores de teatro. Gratidão, magrão."

Matheus Nachtergaele, ator

"Tudo que aprendi ou neguei foi com Antunes Filho. Reflexões para uma vida. Obrigado, Antunes, pela forja intensa, dolorida e plena."

Paulo Betti, ator

"Adeus, Antunes Filho! Sua direção em 'Macunaíma' ficará pra sempre na minha memória! Viva o Teatro! RIP."

Satyros, companhia teatral

"Antunes, além do diretor magnífico que sempre foi, teve sua biografia atrelada à nossa história. Não só como espectador de nossos trabalhos, mas como guru, incentivador e forte aliado em todo o processo de estruturação e gerência da São Paulo Escola de Teatro. Estava conosco em cada passo e, em várias ocasiões, atuou como professor convidado da instituição."

Zé Celso, diretor

"Ele recebeu muitos jovens, atrizes, atores e ele formou muitas gerações, muito mais do que eu. Quer dizer, morre um sujeito muito fértil, um homem de teatro muito fértil, muito poderoso e que teve a capacidade exatamente de trazer o que nós todos queríamos naquela época um teatro. Não digo brasileiro nacionalista, mas com encenadores do Brasil fazendo teatro no mesmo nível que se faz no mundo inteiro. Eu acho que o Antunes está nessa geração."

José Celso Martinez Correa comenta morte de Antunes Filho

Walcyr Carrasco, diretor

"O teatro brasileiro de luto! Sem dúvida, um dia triste para o mundo das artes. Hoje quem nos deixou foi Antunes Filho, um dos maiores diretores teatrais do Brasil. Meu abraço e meus sentimentos aos familiares e amigos. Descanse em paz!"

Stênio Garcia, ator

"O grande incentivador do teatro brasileiro, que apresentou não só no Brasil, mas no mundo inteiro, obras como 'Macunaíma', e uma série de coisas. Foi uma pessoa importantíssima. O grande mérito do Antunes foi transmitir pra gente, e passar a sua cultura. Ele deixou um grande vazio na cultura brasileira, e um grande amigo. Choro por ele. Espero que ele receba a luz de tudo o que plantou aqui na Terra."

'Ele deixou um vazio na cultura brasileira', diz Stênio Garcia sobre Antunes Filho

Eva Wilma, atriz

"Com muita tristeza que falamos sobre essa perda. Nem é uma perda, porque é imenso o legado que ele deixa. Meu grande mestre. Eu tive a oportunidade de trabalhar com ele por quatro vezes. É uma das pessoas que me formou. Meu trabalho de atriz eu devo muito ao trabalho dele. É um dia triste, mas é importante que a gente fale sobre o valor de toda a obra que ele deixa para nós. Ele mergulhava profundamente na história do teatro, nas técnicas e em todo o desenvolvimento do fazer teatral, das artes cênicas, da arte. É incomensurável o tamanho da obra que ele deixa."

'Ele deixa um imenso legado para o nosso país', diz Eva Wilma sobre Antunes Filho

Lúcia Veríssimo, atriz

"Na minha formação, Macunaíma foi essencial para apreender o teatro. O mais moderno que vemos hj no teatro, muito partiu dos ensinamentos desse homem. Obrigada Antunes Filho."

Mateus Carrieri, ator

"Meu maior professor!!! Um amigo querido! Me respeitava como poucos me respeitaram no Teatro Brasileiro!!!! Não sei nem o que dizer. Essa foto é na nossa estreia .Nossa Cidade! Irreparável! Como homenagear esse cara???? Como falar do meu carinho e amor por esse cara??? Ahhh meu malvado favorito!!! O teatro Brasileiro sofre sua maior perda!

Felipe Hofstatter, ator

"Ele estava bem, trabalhando a todo o vapor, como sempre. Ele sempre foi uma pessoa muito forte. Não se deixava abalar. Até a forma como aconteceu. Foi tudo bem rápido, para que não houvesse sofrimento. Ele sempre me ensinou a importância de buscar um sentido maior, a lutar para deixar um mundo melhor com nossas utopias", declarou Felipe, bastante emocionado.

Sonia Braga, atriz

"Descanse em paz, mestre""

Por G1

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5