Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
Institucional

Notícias

Cultura
Thiago Sampaio
Douglas Apratto Tenório na estreia do novo horário do evento promovido pelo Gabinete Civil e realizado pelo Arquivo Público de Alagoas

27 de Setembro de 2019

Douglas Apratto lança livros sobre origem de Alagoas

Historiador brinda o público com palestra e duas obas lançadas no Chá de Memória

Com direito a apresentação do maestro Luiz Martins, do Centro Universitário Cesmac, ao tocar peças do maestro alagoano Heckel Tavares e do artista Dominguinhos, a 36ª edição do Chá de Memória, coordenado pelo Gabinete Civil e realizado pelo Arquivo Público de Alagoas (APA), emocionou a quem compareceu à sede do APA, no bairro Jaraguá, em Maceió, na noite da última terça-feira (24).

O tema abordado foi “Encantamento e Construção na História: o país dos alagoanos e Maçaió-k”, com palestra do professor Douglas Apratto Tenório. Na ocasião, foram lançados ainda dois livros de autoria do próprio palestrante. Para esta edição, o Chá proporcionou uma novidade ao público: a estreia do novo horário – que passou a ser às 19 horas.

Representando o secretário do Gabinete Civil, o chefe de Gabinete André Molina ressaltou a presença do palestrante Douglas Apratto Tenório e dos demais convidados no evento que já se tornou tradicional para os debates da história de Alagoas.

Ainda na ocasião, antes da palestra, o professor Douglas Apratto foi homenageado pela aluna Roseli Frazão, do 7º ano de pedagogia do Cesmac, com uma poesia.

Emocionado, o professor agradeceu e ressaltou a importância do Chá de Memória para discutir a história dos alagoanos. “Quero aqui fazer um reconhecimento ao Governo do Estado, através do Gabinete Civil e ao Arquivo Público, por proporcionar esses momentos porque este espaço é o guardião da memória de Alagoas”, ressaltou Apratto, ao fazer uma deferência especial à superintendente do APA, Wilma Nóbrega. “A Wilma já havia feito um trabalho maravilhoso quando passou pela Biblioteca Pública de Arapiraca e tem feito um trabalho de muita relevância no APA”, completou.

“Estamos felizes porque a frequência nessa estreia do novo horário do Chá de Memória superou nossas expectativas”, agradeceu Wilma Nóbrega.

TEMA

Na sua abordagem, Apratto, que também é vice-reitor do Centro Universitário Cesmac, levou ao público a história dos feitos praticados de uma valorosa cidade mestiça, de origem indígena, ao falar sobre o livro “Maçaió-K, Maçayó, Maceió”.

Apratto também abordou o livro “A História do País dos Alagoanos”, ao destacar os capítulos da trajetória com fatos marcantes sobre a presença do açúcar, a guerra holandesa no século XVII, a cultura do algodão e da indústria têxtil em Alagoas até chegar aos tempos atuais.

Na sua 36ª edição, Chá de Memória teve palestra do historiador Douglas Apratto Tenório na estreia do novo horário do evento promovido pelo Gabinete Civil e realizado pelo Arquivo Público de Alagoas (Thiago Sampaio).

CHÁ DE MEMÓRIA

O Projeto Chá de Memória visa à dinamização do Arquivo Público de Alagoas, com a realização mensal de palestras, mesas-redondas e debates sobre os mais variados temas envolvendo pesquisadores, historiadores e a sociedade alagoana. O objetivo é socializar o acervo do APA com estudantes, profissionais e pessoas interessadas pelas temáticas abordadas.

Wellington Santos
Agência Alagoas

Galeria de imagens

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5