Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
Alagoas

Notícias

Esportes
Divulgação
Com dois de Gabigol, Flamengo vence de virada e é campeão da Libertadores

24 de Novembro de 2019

Flamengo vence o River e conquista a Libertadores

Jogadores do Mengão chegam ao Rio em clima de festa depois do bi-campeonato em Lima

Os jogadores do Flamengo chegaram ao centro do Rio de Janeiro às 12h30 deste domingo, dando início à festa de consagração pelo título da Taça Libertadores da América, obtido ontem, em Lima, depois da vitória – 2x1 – sobre o River Plate, da Argentina. O Fla é bicampeão na competição.

A equipe desembarcou do ônibus que a trouxe do Aeroporto Internacional do Galeão e seguiu em um caminhão aberto, para delírio dos torcedores, que esperavam os jogadores desde o início da manhã no centro da cidade.

Atrás do caminhão que leva a equipe, foi colocado um cartaz com a frase Vencemos Juntos.

A multidão tomou praticamente todo o trajeto planejado para o desfile da vitória, desde a Igreja da Candelária até a estátua de Zumbi, próximo ao Sambódromo.

Torcedores de todas as idades fizeram questão de comparecer, desde pessoas mais velhas, que viram a última conquista rubro-negra da Libertadores da América, em 1981, até jovens que nasceram bem depois dos últimos títulos internacionais do clube.

Algumas famílias levaram crianças e bebês de colo, na certeza de que fazem parte da história rubro-negra.

Bolsonaro

Uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou o voo que trazia os atletas do Flamengo, de Lima para o Rio.

O presidente Jair Bolsonaro publicou em sua conta da rede social Facebook a mensagem transmitida pelo rádio da aeronave na qual felicita o time pela conquista.

"A Força Aérea Brasileira, em nome do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, dá as boas-vindas ao time do Flamengo e felicita a equipe campeã que tão bem representou o Brasil na conquista da Copa Libertadores", afirmou o piloto.

FLA 2 X 1 RIVER

De geração para geração: 38 anos depois, Flamengo vence River Plate e volta a pintar a América do Sul de vermelho e preto

Na primeira final em jogo único da Libertadores, Rubro-Negro sai atrás do placar e encontra muita dificuldade contra os argentinos. Mas Gabigol aparece no fim, vira para 2 a 1 com dois gols e desbanca atual campeão em Lima, no Peru

A glória eterna é rubro-negra

Melhores momentos: Flamengo 2 x 1 River Plate

Sábado, 23 de novembro de 2019. Data em que todas as gerações vivas de torcedores do Flamengo podem se olhar com o mesmo sentimento. Os rubro-negros de 40 e poucos anos ou mais novos, que não tinham nascido ainda em 1981 ou que eram pequenos demais na época, cresceram ouvindo as façanhas daquele time mágico de Zico e companhia. Narrativas que soavam mais como ficção do que realidade para quem não "viu com os próprios olhos". A veracidade de uma história, por mais "baseada em fatos reais" que seja, só ganha contornos lúdicos na vivência. E hoje, eles podem dizer: "Pai, agora eu sei como é".

Com "três capitães", Fla ergue a sua segunda Libertadores

Foram décadas na fila, amargando decepções na elite do continente enquanto flertava com o perigo em campeonatos nacionais. Mas o time versão 2019, com um novo futebol que encanta (embora tenha ficado aquém do esperado na final), foi coroado no Estádio Monumental de Lima, no Peru. O Flamengo de Jesus, Gabigol, Bruno Henrique, Arrascaeta & Cia. destronou o copeiro River Plate na Libertadores em uma decisão histórica, a primeira em jogo único e campo neutro: 2 a 1, de virada, com um gol de Borré para os argentinos e dois de Gabigol "para inglês ver" (o jogo foi transmitido ao vivo em Londres). Falando em Inglaterra, Liverpool, Mundial... Seria sonhar demais "botar os ingleses na roda" de novo?

E agora seu povo pede o mundo de novo

Torcida do Flamengo vai à loucura no Monumental de Lima

Como canta a torcida, o Flamengo terá a chance de conquistar o mundo de novo. O título deu a classificação para o Mundial de Clubes, que esse ano acontece entre os dias 11 e 21 de dezembro em Doha, no Catar. O Rubro-Negro estreia no dia 17, uma terça-feira, contra o campeão da Ásia ou o Espérance, da Tunísia, no Estádio Khalifa (VEJA A TABELA AQUI).

Título em dose dupla?

No mesmo final de semana em que conquistou a Libertadores, o Flamengo pode confirmar o título do Campeonato Brasileiro mesmo sem entrar em campo. Segundo colocado, o Palmeiras enfrenta o Grêmio às 16h (de Brasília), na Arena Palmeiras, e se não vencer não poderá mais calcançar o Rubro-Negro matematicamente.

Primeiro tempo

Marcação do River foi bem... até o fim

O Flamengo começou no ataque, mas sem conseguir assustar. O River marcava bem e, aos poucos, foi mostrando porque se deve temer o atual campeão. Apesar do início armado para contra-ataques, os argentinos foram percebendo os espaços, mudaram a postura e chegaram ao primeiro gol aos 14, após erros de Filipe Luís no domínio e de Arão e Gerson, quando um deixou para o outro na área. A bola sobrou para Borré pegar de primeira e vencer Diego Alves. O Rubro-Negro sentiu o golpe, perdeu o domínio territorial e teve só uma única finalização no primeiro tempo com Bruno Henrique, de fora da área e para fora. Em 45 minutos de poucas chances, os Millonários estiveram mais perto de fazer o segundo do que de sofrer o empate.

Segundo tempo

Apagado no jogo, Gabigol apareceu no fim

Jesus deu bronca no vestiário, e o Flamengo criou sua primeira chance clara logo aos 11 minutos: Bruno Henrique invadiu a área pela linha de fundo e tocou para o meio, Arrascaeta furou, a defesa bloqueou o chute de Gabigol, e Everton Ribeiro parou em Armani. O técnico em seguida perdeu Gerson, que se machucou e deu lugar a Diego, que entrou bem. Os rubro-negros seguiram em cima e tiveram outra oportunidade em um combo de Arrascaeta, Gabigol e Everton Ribeiro aos 30. O River mesmo recuado mostrava que não estava morto com Palacios, que quase fez o segundo. E quando tudo parecia perdido, Gabigol apareceu no jogo para fazer dois gols, um aos 43 e outro aos 46, para virar o jogo e dar o título para o Brasil. O artilheiro ainda foi expulso junto com Palacios, mas nada que estragasse o seu dia de herói.

O herói artilheiro

Gabigol repetiu feito de Zico em 81: dois gols na final

Assim como Zico em 1981, quando fez os dois gols da vitória por 2 a 0 na final contra o Cobreloa em Montevidéu, no Uruguai, Gabigol foi o herói em 2019 ao construir a virada por 2 a 1 nos minutos finais. O artilheiro rubro-negro, que chegou a 40 gols em 54 jogos pelo Flamengo, definiu o jogo em três minutos, aos 43 e 46 do segundo tempo. Que fase espetacular do camisa 9 rubro-negro, que temrinou como artilheiro da Libertadores com nove bolas na rede.

Melhor da América

Gabigol foi o artilheiro da Libertadores e o melhor jogador da partida para a Conmebol. Mas a entidade sul-americana elegeu Bruno Henrique como o craque da América do Sul. O atacante, que fez cinco gols no torneio em 2019, não fez uma partida brilhante na final, mas foi decisivo ao construir a jogada do gol de empate.

Com sotaque europeu

Campeão internacional pela primeira vez, Jorge Jesus se torna o segundo europeu a conquistar a Libertadores da América como treinador. O primeiro foi o croata Mirko Jozić, que faturou o título pelo Colo-Colo, do Chile, em 1991. Chegou a vez do português, que comemorou com uma bandeira de seu país.

20:13 - 23 de nov de 2019

FIM DE JOGO

Apita o juiz: Flamengo vira, bate o River Plate por 2 a 1 e conquista o bicampeonato da Libertadores.

51'

2º TEMPO

Termina o jogo!

Ficha de jogo

FLAFlamengo

Diego Alves

1GOL

Rafinha

18LAD

Rodrigo Caio

3ZAD

Pablo Marí

24ZAE

Filipe Luís

21LAE

Willian Arão

5VOL

Vitinho

11ATA

Gerson

15MEC

Diego

10MEC

Arrascaeta

14MEC

Piris da Motta

25VOL

Everton Ribeiro

7ATA

Bruno Henrique

27ATA

Gabriel (2)

9ATA

RIVRiver Plate

Armani

1GOL

Montiel

29LAD

Lucas Martínez

28ZAD

Pinola

22ZAE

Casco

20LAE

Paulo Díaz

6LAD

Palacios

15VOL

Enzo Pérez

24VOL

Ignacio Fernández

26MEC

Julián Álvarez

9ATA

De La Cruz

11MEC

Matías Suárez

7ATA

Borré

19ATA

Lucas Pratto

27ATA

Jorge Jesus

Técnico

4 - 3 - 3

Esquema Tático

Marcelo Gallardo

Técnico

4 - 4 - 2

Esquema Tático

Mostrar ficha completa

Taça Libertadores 2019

Final

23/11 MONUMENTAL DE LIMA 17:00

Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil

Galeria de imagens

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5