Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
GERAL - ZAP SAÚDE

Notícias

Saúde
Márcio Ferreira
Os 160 leitos são exclusivos para o tratamento de pessoas que testaram positivo para Covid

13 de Maio de 2020

Hospital Metropolitano começa operar no sábado

'Se a população não cumprir o isolamento, mesmo com esse esforço teremos dificuldade para oferecer leitos a todos', apelou Renan Filho

O Hospital Metropolitano, que terá a inauguração antecipada por causa da pandemia do novo coronavírus, começará a operar neste sábado (16). Os 160 leitos são exclusivos para o tratamento de pessoas que testaram positivo para Covid-19 e que serão encaminhadas pelas unidades de saúde que realizam os atendimentos iniciais. Em vistoria ao novo hospital, nesta quarta-feira (13), o governador Renan Filho destacou que se a população não cumprir as medidas de isolamento social, os novos leitos não serão suficientes para tratar todos os doentes ao mesmo tempo.

“As medidas precisam ser cumpridas, pois quem não cumpre será a vítima. Esse é o grande drama dessa pandemia. Infelizmente, essas pessoas podem precisar de um leito de UTI e de um respirador, e se todo mundo precisar ao mesmo tempo, mesmo com o maior investimento em saúde pública da história de Alagoas, que fizemos no nosso governo, [a estrutura] não será suficiente, como não foi no mundo inteiro”, alertou Renan Filho. "A melhor forma de garantir sua saúde é por meio do isolamento e distanciamento social".

O prédio, localizado no Tabuleiro do Martins, tem 30 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 130 de enfermaria e está equipado com respiradores, monitores multiparâmetro, bombas de infusão, entre outros equipamentos. Os pacientes farão o exame de tomografia computadorizada no próprio hospital. Renan Filho afirmou que a equipe técnica já está capacitada para iniciar a operação no sábado, um dia após a entrega, que acontecerá nesta sexta-feira (15).

Hoje, Alagoas se aproxima de 80% de ocupação das 155 UTIs públicas disponíveis para casos suspeitos e confirmados de Covid-19. “Vamos dar um salto com a entrega desses leitos, mas é fundamental que as pessoas compreendam que, mesmo com todo esse esforço, tem que se manter o isolamento para diminuir a velocidade de contágio. A colaboração da população é fundamental para que esse sistema, que estamos entregando, possa funcionar a contento. O vírus é muito traiçoeiro, perigoso. Preserve sua família”, disse o governador.

Rena Filho afirmou que até a próxima quarta-feira (20) será aberto o Hospital de Campanha, no Centro de Convenções, e que o Governo espera entregarnovos50 leitos de UTI e cerca de 400 leitos de enfermaria até o final da próxima semana.

Endurecimento das medidas

Com a queda registrada na taxa de isolamento social da população, o Governo do Estado avalia o endurecimento das medidas. O governador Renan Filho afirmou que terá uma reunião, na tarde de hoje, com médicos e o corpo técnico da Saúde para avaliar a curva epidemiológica e tomar novas decisões.

“Todas as medidas são cogitadas. O que temos observado em todo o Brasil é a redução do isolamento. O Estado está avaliando endurecer as medidas, para que a gente preserva a capacidade da rede hospitalar de atender o cidadão. Porque se você não tem o hospital preparado e o leito disponível, você tem menos chance de sobreviver sozinho ao coronavírus”, disse. “Estamos avaliando, para conduzir o estado com a serenidade que a pandemia exige e fazendo o maior esforço que a saúde pública de Alagoas já fez”.

Severino Carvalho
Agência Alagoas

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5