Almanaque Alagoas - Vida inteligente na web
GROTAS

Notícias

Política
Divulgação
O candidato Alfredo Gaspar (MDB) continua na frente na corrida pela prefeitura de Maceió, com 27% das intenções de voto, de acordo com a última pesquisa do Instituto Ibrape

21 de Outubro de 2020

Gaspar lidera pesquisa para prefeito de Maceió

A novidade dos números é a disparada de Davi Filho, que passou Cícero Almeida e já aparece na terceira colocação das intenções de voto

O candidato Alfredo Gaspar (MDB) continua na frente na corrida pela prefeitura de Maceió, com 27% das intenções de voto, de acordo com a última pesquisa do Instituto Ibrape, divulgada na segunda-feira (19/10). Em segundo lugar aparece o candidato JHC (PSB), com 25%, o que caracteriza um empate técnico entre os dois.

A novidade, no entanto, é a subida de Davi Filho (Progessistas), que aparece agora logo após os dois primeiros, com 15% da preferência do eleitorado. Entre uma pesquisa e outra, Davi pulou da quarta para a terceira colocação, deixando para trás o ex-prefeito Cícero Almeida (DC), que desceu de 10% para 6% e agora é o quarto colocado na disputa pelo comando da capital alagoana.

Os candidatos Ricardo Barbosa (PT), Josan Leite (Patriota), Lenilda Luna (UP) e Valéria Correia (Psol) aparecem empatados, mas todos com apenas 1% das intenções de voto. Corintho Campelo (PMN) e Cícero Filho (PCdoB) não pontuaram.

Alfredo Gaspar também lidera a pesquisa do voto espontâneo, quando o eleitor diz por conta própria em quem quer votar. Com 22,7%, ele lidera, sendo seguido por JHC com, 20,2%, e Davi Davino Filho, com 11,4%. Como a margem de erro da pesquisa é de 2,19%, Gaspar e JHC continuam tecnicamente empatados.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL) com o número 07716/2020 e ouviu mais de duas mil pessoas na capital, entre os dias 14 e 16 de outubro. Sua margem de erro é de 2,19%, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.

O salto de Davi Filho, de 5% para 15%, da penúltima para a última consulta, deixa sob ameaça não só as chances de êxito do segundo colocado, como o primeiro também, já que os dois, de acordo com os números, estão tecnicamente empatados.

Com isso, devem mudar as estratégias de campanha dos dois primeiros colocados. Caso contrário, a inércia de ambos pode se transformar em abraço de afogados. Com mais tempo no guia eleitoral, Davi Filho tem feito uma campanha proativa, mostrando-se como uma nova alternativa às candidaturas tradicionais, de situação e oposição.

A pesquisa do Ibrape apurou ainda que há 23% entre indecisos e pessoas que votariam em branco ou nulo. Isso deve acirrar ainda mais a corrida pela conquista do eleitorado, tornando a disputa mais interessante, até o dia 15 de novembro, quando teremos o primeiro turno das eleições deste ano.

Ricardo Rodrigues
Especial para O Dia

Comentários

Fabiano
id5 soluções web Tengu Criação - Tengu :: Tecnologia id5